Luz é Tudo!

A Iluminação é crucial para clinicas e consultórios odontológicos

O tipo de iluminação utilizada influi na nossa percepção das cores, influenciando diretamente em nosso bem estar dentro dos ambientes.

Quase sempre necessitamos optar apenas por iluminação artificial em nossos projetos, pois o local escolhido para implantação da clínica ou consultório odontológico da maioria de nossos clientes – principalmente rede de franquias, ou cirurgiões dentistas estabelecidos dentro de prédios comerciais – quase sempre não permite captarmos iluminação natural para todos ambientes.

Ao optar pela a iluminação artificial, precisamos levar em conta a diferença visual que cada uma delas causa:

A indicação de uso se dá da seguinte maneira:

Branco Luz quente: Este tipo de fonte de iluminação promove conforto, relaxamento e aconchego, mais indicada em salas de estar e jantar.

Branco Luz Neutra: Intermediária entre os brancos quente e frio, ela promove mais conforto visual em ambientes de permanência prolongada, sendo bastante utilizada em locais corporativos, oficinas de arte, entre outros.

Branco Luz do Dia: Esta iluminação é a que mais se assemelha à luz do sol, ideal para lojas, salas de aula e locais que se pode aproveitar a iluminação natural para compor a iluminação total 

Branco Luz Fria: Utilizada quando em locais que se exijam atenção máxima (hospitais, clínicas, drogarias, entre outros. Além disto este tipo de iluminação destaca e conota higiene e limpeza (ou a falta deles!).

Sabendo tudo isso você deve estar me perguntando: então devo usar sempre a cor branco frio na minha clínica ou consultório odontológico?

Calma, não é bem assim.

Primeiro vamos deixar claro que antes de mais nada, a iluminação preferida é algo bastante pessoal.

No entanto, como vimos, a cor branco luz fria pode ser a melhor pedida nas salas clínicas, esterilização e expurgo, salas de Raio X, ambientes de atendimento clínico ao paciente. Se tiver também auxílio da Branco Luz do Dia melhor ainda.

Renata Polo – Alphaville – SP

De acordo com a RDC/Anvisa n.º 50, de 21 de fevereiro de 2002: “Os serviços odontológicos devem ser providos de sistema de iluminação artificial que possibilite boa visibilidade, sem ofuscamentos ou sombras em todos os ambientes onde os pacientes são atendidos. Recomenda-se a utilização de lâmpadas fluorescentes e luminárias dotadas de refletores para melhor distribuição da luz, e aletas que impeçam a iluminação direta excessiva e possuam dispositivos antiofuscamento, obtendo-se um nível de iluminação de 15.000 lux, observando-se o disposto na norma ABNT NBR 5413 – Iluminância de interiores.”

Dr Mauricio e Dr Julio (Clinica Vizivo) – Paraiso – SP

Durante muitos anos, normalmente as salas de espera / recepções costumavam ter aquele aspecto de hospital, aquela formalidade…

Hoje este conceito mudou. E nosso principal foco na Minha Clinica Arquitetura é implementar este novo conceito de arquitetura odontológica.

Como disse Dra Aline Baltazar também nossa cliente, nossos clientes “não são apenas mais uma clínica ou consultório odontológico oferecendo os mesmo serviços e brigando por preço! Queremos que as pessoas certas desejem se tratar no meu consultório! Eu sei que ofereço um tratamento de qualidade , então antes eu ajudo ele a tomar a decisão de me escolher…..(….)na minha recepção ele pode se sentir bem ou mal, tenso ou relaxado, e isto define se ele me escolherá ou não.”

Dra Renata Polo – Alphaville – SP

A iluminação pode sim dar muito charme, elegância sem deixar de atender às necessidades de sua clínica ou consultório odontológico, e muito menos sem dar aquela cara de hospital, mas sim passar a sensação de conforto e aconchego.

Estudos de neurociência comprovam que quanto maior for a sensação de conforto e aconchego que o ambiente transmita, mais inevitável se torna a confiança gerada no individuo, e dessa forma o paciente desenvolve empatia imediata o impulsionando a confiar no profissional dentista, o que além de tudo gera maiores lucros para a clínica ou consultório odontológico.

Skyn Lab – Clínica escola Livio Yoshinaga – Cerqueira Cesar – SP

Então caros leitores, fica a dica de sempre contratar um profissional habilitado que consiga conciliar de forma harmoniosa a iluminação de de sua clínica ou consultório odontológico. O arquiteto que projetar seu luminotécnico, deve proporcionar beleza, funcionalidade e economia, evitando utilizar muitas lâmpadas, escolhendo e especificando luminárias e principalmente calculando quanto cada ambiente precisa de luz.

Minha Clínica Arquitetura além de tudo isso, alia todas estas premissas às normas e legislações em vigor na Vigilância Sanitária.

Arq. Lucyana Santana

Arq. Lucyana Santana

Arquiteta e Urbanista Co-fundadora do grupo Minha Clínica

Monte sua clínica com quem realmente entende do assunto solicite um orçamento aqui.
ORÇAMENTO
A escolha do ponto é um passo crucial conte com a gente para te ajudar, totalmente grátis.
Entre em Contato
Receba dicas de Arquitetura e Decoração que vão elevar a sua Clínica para outro nível.
Inscreva-se
Previous
Next

VEJA TAMBÉM