Chega de Branco!

Chega de tanta cor branca nas clínicas odontológicas e médicas.

Ao contrário do que se pensa, o uso de cores brancas não é o mais indicado nas salas de atendimento ao paciente de sua clínica ou consultório !

Exato, foi isso mesmo que você ouviu, ou melhor que você leu !

Ocorre que a cor branca é extremamente reflexiva , causando indisposição, fadiga visual, globo ocular injetado e tendência a esfregar os olhos, até mesmo o inofensivo guardanapo branco colocado no paciente.

 

E agora Lucyana,  o que eu faço? eu adoro usar branco na minha clínica ou consultório porque sinto que passa sensação de limpeza!

Calma, temos outra estratégia que talvez nunca tenham lhe dito: a iluminação causando sensação em sua clínica ou consultório. Sim, a iluminação de sua clínica ou consultório pode sim intensificar (ou não) a sensação de limpeza do ambiente! 

Clique aqui para ler nosso artigo sobre A Iluminação é crucial para clinicas e consultórios odontológicos. 

Mas e agora Minha Clínica Arquitetura,  o que eu faço? eu adoro usar branco, mas é porque acho lindo mesmo……

Calma novamente! O contrário do que ocorre na recepção, onde se pode utilizar cores e materiais, a sala clínica deve apresentar uma atmosfera repousante obtida com uso de cores frias. E como você pode fazer isso? Para atingir este “repouso da vista” devemos descansar nosso olhar em um ambiente cinza neutro! Isto mesmo, bingo! O cinza neutro apresenta a proporção aproximada de todas as cores, suas tonalidades e intensidades. Não precisa ser em todas as paredes , mas em algum setor do ambiente que esteja na linha de visão.

E uma surpresa para vocês: se quiser mesmo , mesmo do fundo do seu coração a cor branca, opte pela cor branco gelo (não branco neve). Simmm! Porque a cor branco gelo tem um subtom acinzentado que suaviza os contrastes.

Dica: independente da cor que você optar por pintar sua clínica, de acordo com a RDC/Anvisa n.º 50, de 21 de fevereiro de 2002, “As tintas elaboradas à base de epóxi, PVC, poliuretano ou outras destinadas a áreas molhadas podem ser utilizadas, nas áreas críticas, nos pisos, paredes e tetos, desde que sejam resistentes à lavagem, ao uso de desinfetantes e não sejam aplicadas com pincel.”

Arq. Lucyana Santana

Arq. Lucyana Santana

Arquiteta e Urbanista Co-fundadora do grupo Minha Clínica

Monte sua clínica com quem realmente entende do assunto solicite um orçamento aqui.
ORÇAMENTO
A escolha do ponto é um passo crucial conte com a gente para te ajudar, totalmente grátis.
Entre em Contato
Receba dicas de Arquitetura e Decoração que vão elevar a sua Clínica para outro nível.
Inscreva-se
Previous
Next

VEJA TAMBÉM